Curiosidades

Será que existiu o Rei Artur?

Um Rei de lenda
O Rei Arthur é um dos personagens principais da literatura europeia. Ele representa o monarca ideal, o equilíbrio entre um temido guerreiro e um homem de paz. Segundo a lenda, Arthur é filho natural do Rei Uther Pendragon, de origem anglo-normanda da rainha Gorlois da Cornualha, de origem celta.

Pouco tempo depois de nascer, sua mãe morre e com ela o ser que o protegia de seus inimigos, mais especificamente da família do duque de Cornualha, inimigo da rainha Gorlois. Por outro lado, sua irmã Morgana, que tinha então 7 anos, foi levava para ser criada por suas tias.
Diz-Se que foi o mago Merlin que, em pouco tempo, tomou a Arturo sob sua proteção, llevándoselo a um lugar misterioso, lá o instruiría sobre os saberes da educação, assim como também na arte de como ser um verdadeiro cavalheiro.
Será que existiu o Rei Artur?
Provavelmente quando ouvimos falar sobre o Rei Arthur, imediatamente nos vem à mente as fantásticas histórias do Mago Merlin, os cavaleiros da Mesa Redonda, a Feiticeira Morgana, a busca do Santo Graal e a enigmática espada Excalibur.
De onde surgiram todas essas lendas? São muitos os historiadores que tentaram descobrir se houve algum personagem real, de carne e osso, que inspirou essas histórias e, ao que parece sim, houve.

No século IX, o monge Nennius, há referência sobre este personagem em seu livro “A Historia Brittonum”. Nennius explica que, durante as contendas que se geraram no século V entre os bretões e os invasores anglo-saxões, surgiu um valente e corajoso príncipe chamado Artur. Ele conseguiu sair vitorioso de doze batalhas. Além disso, não só conseguiu sair com vida, mas que foi quem dirigiu a defesa da Grã-Bretanha contra os invasores, sem dúvida alguma, era um autêntico líder.
Suas façanhas deveriam chegar a ser muito impressionantes, uma vez que os pais ingleses começaram a colocar seus filhos o nome de Artur, quando ainda não era muito comum na cultura inglesa.
Assim, pouco a pouco, se foi tecendo o mito de este caudilho, que, se bem nunca foi Rei, sim, foi um grande guerreiro com uma história tão surpreendente que parece ser, inspirou a lenda que hoje em dia todos nós sabemos.
O Rei Artur se tornou um dos personagens centrais da literatura, lendas e mitologia britânica. Embora muitos especialistas inclinam-se perante a possibilidade de que, sim, existiu ou, pelo menos, foi real, o homem que inspirou a lenda, ainda não foi possível encontrar provas concretas que sustentem esta teoria.