Curiosidades

Os 5 piores assassinos seriais (Parte I)

Horror e morte
1. Andrei Chikatilo
Este homem, nascido na Ucrânia no ano de 1936, é considerado o assassino serial mais grande desse país, foi acusado de estuprar, mutilar e assassinar pelo menos 52 mulheres e crianças. Em 1978, começou a sua actividade criminosa quando matou uma menina de 9 anos.
Andrei Chikatilo
Chikatilo foi incapaz de manter uma ereção quando tinha relações com a sua esposa, mas ao acuchillar e mutilar suas vítimas sim o conseguia, por isso, associou-se rapidamente o sexo com o sangue e não parava de mutilar até conseguir o orgasmo.
2.Ted Bundy
Foi um assassino serial norte-americano acusado de sequestrar, estuprar e matar 36 vítimas, mas vários especialistas em criminologia asseguram que Ted Bundy, na verdade, poderia ser o responsável por, pelo menos, 100 assassinatos.
Ted Bundy
No início, o modus operandi deste assassino consistia em perseguir as suas vítimas durante as noites, mas depois das primeiras 8 mudou e começou a atrair jovens mulheres (geralmente mães solteiras e universitárias) em plena luz do dia. Costumava vérsele como um homem com problemas em busca de ajuda, por exemplo, carregava um gesso que lhe impedia de movimentar-se bem, sustentava muitos livros ou tinha dificuldades para ligar o seu veículo, uma jovem inocente que se aproximava a auxiliá-lo e nunca mais apareceria com vida.
3. Luis Alfredo Garavito
Apelidado também como A Besta, é um assassino serial colombiano. Este homem foi o responsável por sequestrar, estuprar e assassinar pelo menos 172 crianças, com o qual se tornaria o maior assassino de crianças da humanidade.
Luis Alfredo Garavito
Após ser capturado no ano de 1999, Garavito confessou ter assassinado a 172 crianças. No entanto, baralho a possibilidade de que, na realidade, seja o responsável por, pelo menos, 400 mortes. Este assassino ganhava a confiança das crianças para que aceitassem sem maior resistência a ir com ele, então os amarrava, violava os matava e, finalmente, realizava cerca de rituais satânicos com os corpos de suas pequenas vítimas.
4. Jeffrey Dahmer
Este assassino serial norte-americano não só é famoso por matar a 17 homens, mas também por praticar necrofilia e canibalismo com suas vítimas.
Jeffrey Dahmer
Jeffrey costumava procurar suas vítimas em bares gay, lá os convencia a ir com ele, uma vez, em sua casa, lhes pôs algum tipo de droga em suas bebidas, a porta foi aberta ao matá-los, tinha relações sexuais com os cadáveres, tirava fotos dos corpos, os desmembraba e usava ácidos para se livrar deles, com exceção da cabeça e genitais, que guardava como troféus e inclusive chegou a comer partes de suas vítimas.
5. John Wayne Gacy
Também conhecido como o “Palhaço assassino”, é o responsável pelo estupro e morte de 33 homens jovens.
John Wayne Gacy
O apelido deste assassino norte-americano deve-se a que fazia serviços sociais e também participava em festas infantis, vestido como um palhaço. As características de suas vítimas eram homens jovens (entre 14 e 21 anos) e heterossexual, não se sabe muito bem como os atraía, mas certamente abusada deles e depois os matava. Dos 33 assassinatos que cometeu, 28 corpos estavam enterrados em um subsolo de sua própria casa.
Qual desses assassinos seriais te parece o mais aberradas?