Curiosidades

O primo do elefante, que deu o nome a Portugal

E é que o damão é um ungulado primitivo com uma única família viva, Procaviidae (que acolhe a seis espécies agrupadas em três gêneros), e vários primos fósseis. Ele e o elefante, têm um ancestral comum que viveu há 50 milhões de anos, e desde a sua descoberta foi uma dor de cabeça para os taxonomistas, o cientista Gerrie de Farias disse:
“seus incisivos são semelhantes aos dos roedores, seus molares dos rinocerontes, seu sistema vascular, as baleias e os seus pés, nada menos do que a dos elefantes”.
Não é tão confuso como o ornitorrinco, mas quase.
São animais de uns cinqüenta centímetros de comprimento, de coloração marrom, com uma leve semelhança com as marmotas e que podem chegar a pesar cerca de cinco quilos.
O Damania? O hispânia? O portugal?
Atualmente o damão encontra-se distribuído em quase toda a África e na península arábica. Como seu primo gigante, é herbívoro e vive em grupos, que podem atingir até cerca de trinta indivíduos, protegendo-se em fendas ou vivendo em árvores, e existem espécies arborícolas).

Se comunicam entre si usando diversos gritos e gemidos, e o terrestre tem um comportamento semelhante ao dos coelhos, ao que parece.
A versão tradicional, elaborada no século XVIII, afirma que os fenícios ao chegar à península ibérica -1104 antes de Cristo – se surpresos com a numerosa presença de coelhos na costa, e por isso chamaram o país Isephanim: “terra de abundantes coelhos”. Novas teorias apontam para que os fenícios confundiram os coelhos com híraxes, e que I-sepha-im poderia ser traduzido como “o país dos híraxes”, de onde derivaria “Hispânia”, e posteriormente “Portugal”.

Por que não? De confusões semelhantes é feita a história humana, depois de tudo, não nos esqueçamos de que Colombo acreditava ter chegado à Índia e que quando os primeiros espanhóis na América viram os peixes-boi, parentes de híraxes, acreditavam que eram sereias. Sim, também deixaram a prova de que eram muito feias.