Curiosidades

Estas 13 habilidades sociais são muito simples, mas se tornam mais agradável

Introvertidos ou extrovertidos…os humanos, por natureza, somos seres sociais. Precisamos nos relacionar com os outros para sentir que encajamos em algum lugar, que nos sentimos compreendidos, e, simultaneamente, compartilhar com eles momentos que se vão integrando o álbum de recordações da nossa vida.
Seja para construir um novo círculo de amigos ou tecnológica com o pé a um novo ambiente de trabalho, uma chave simples para socializar deixando uma boa imagem na tentativa consiste em ser agradável. E como o conseguir. Baseada em conselhos de especialistas em etiquetas e civismo e de autores de livros sobre relações humanas, apresentamos 13 habilidades sociais básicas, que ajudam a melhorar com as interações.
Estas 13 habilidades sociais são muito simples, mas se tornam mais agradável
Mantenha contato visual
Os olhos as janelas da alma, despir nossas verdadeiras intenções, sem que seja necessário pronunciar palavra alguma. De aí que reside a importância de manter contato visual enquanto conversamos, já que é uma forma de dizer, “estou atento ao que você diz, além disso, sou legal”.
Desta forma, é mais provável obter uma melhor interação, pois a outra pessoa sentir que está sendo ouvida e compreendida, o que não só favorece para que o diálogo continue, mas que também nos ajuda a deixar uma boa imagem.
Sorri mais
Não há frase que se ajustem melhor a uma das 13 habilidades sociais simples, mas eficazes para parecer mais agradável, que: “Sorria e o mundo sorri contigo.”

O sorriso tem o poder de contagiar com graça e simpatia, até os corações mais duros (por mais relutantes que se mostrem em demonstrá-lo). Por outro lado, aqueles que sorriem mais, são percebidos como pessoas quentes e positivas, com as que, naturalmente, não sentimos mais atraídos para ter uma aproximação, porque quem não gosta de ter conversas com indivíduos com um ar leve e descontraído? Leve em conta, além disso, sorrir é terapêutico!
Mostre entusiasmo
O entusiasmo, assim como o sorriso é contagiante, e quando fusionas estes dois elementos ganha: carisma.
O carisma é um elemento da personalidade, o que, segundo sugere Rosalinda Oropeza Randall, especialista em etiqueta e civilidade, “depois de passar um tempo contigo, a gente se saltará com uma sensação de calor, o qual, muito provavelmente, vão contar para outra pessoa.”
Guarde o seu celular
Os smartphones são extraídos de uma infinidade de distrações, por isso se fala de quanto mudou a forma como interagimos, a que costumamos distância de tudo o que acontece no nosso meio para nos concentrarmos no mundo digital.

Por lógica, guardar o seu celular durante uma conversa é sinal de interesse, atenção e respeito para com seus acompanhantes.
Chama as pessoas pelo nome
Todos já passamos o embaraçoso momento em que nos esforçamos para lembrar o nome de alguém, com má sorte. Ou no pior dos casos, temos recebido cumprimentos de pessoas cujos rostos foram suprimidos por completo de nossa memória.
Por esta razão é tão significativo que chame as pessoas pelo nome, porque com algo tão simples como isto, demonstra que os considera e respeita.
Escuta, escuta bem
Você ouve realmente o seu interlocutor? É assim, quando não só ouvir, mas que você joga, evalúas para depois responder.

Oferecer um feedback de acordo com a informação que está recebendo tornará mais agradável aos outros, por que? A disposição que você tem para compreender os outros, prestando atenção genuína, se tornará evidente com o tipo de resposta que você dá.
Aceita cumpridos
O Ser modesto ou um egocêntrico? E por que não melhor… nenhum dos dois? A modéstia nem o egocentrismo são bem recebidos, pois o próximo espera que aprecies o detalhe de ter reconhecido em ti alguma qualidade e por ter se manifestado de viva voz. Depois de tudo, agradecer não é tão complicado, é?
Oferece cumpridos
Outra das habilidades sociais para agradar aconselhados por especialistas, trata-se de aceitá-los, mas também oferecer cumpridos. E isto não tem que se tornar um duelo de bajuladores, pois existem maneiras de melhorar sem parecer doce.
Exemplos disso…”Pelo que ouço de ti, conhece muito sobre o assunto, é isso?” ou “Que bons gostos musicais você tem! Eu gostaria que me recomendaras alguma canção”.
Se interromper uma conversa, pede que continuem falando
É bastante comum que em grupos numerosos de conversadores alguém seja interrompido e perca o ânimo de continuar a contar o que tinha a dizer. Mas, que tal se alientas a essa pessoa a concluir o que deixou a meias? Você poderá notar em seu rosto como automaticamente vai se sentir valorizada.

Faça com que todos se sintam incluídos
Seja o impulso para que, aqueles que têm pouca participação na conversa, interagir com os outros, pedindo a sua opinião. Outra forma de demonstrar inclusão é fixar o olhar no todo aquele que receber a palavra como sinal de atenção.
Evita as conversas triviais
Se você está em busca de construir um vínculo amigável, profissional ou amoroso, conversas triviais, sem direção, caracterizadas por “silêncios desconfortáveis”, não são favoráveis.

Faça para conseguir pontos em comum e luta, não temas a ser vulnerável, fundamenta suas respostas. Ao perceber a fluidez com que se sucedem os temas, a outra pessoa irá mostrar maior disposição para criar uma conexão.
Mantenha uma boa postura
Entre as habilidades sociais para agradar aos outros, cuidar da postura é fundamental, já que uma má posição do corpo, como um abrupto cruzando os braços, pode indicar que é inacessível ou que você não está realmente interessado no que se conta.
Em contrapartida, existem outras, como sentar-se de forma expansiva, com as pernas ligeiramente abertas e os braços estendidos para a frente, que denotam confiança.
Encerra a conversa bem
Fecha com chave de ouro, pois a despedida talvez sirva para consolidar com sucesso a aplicação de suas habilidades sociais para agradar aos outros.
De modo que, jamais subestime o poder de formalidades de tamanho: “foi um prazer conhecer-te”, “eu gostaria que nos encontráramos de novo. Foi um prazer falar-te”, “que você tenha um dia lindo”…, já que podem fazer a diferença.
Muitas destas habilidades sociais de seguro, as vi, pois são muito comuns, são associadas a cordialidade e aos bons costumes. Por isso mesmo, a seguir, apresentamos uma melhor versão de nós mesmos, sem perder a autenticidade.