Curiosidades

Dote de casamento: questão de vida ou morte

O que é o dote?
O dote é considerada como um patrimônio que a família da noiva entrega ao futuro marido da mesma. Em algumas regiões, o dote é proporcional, de acordo com o estatuto social da namorada, também se dá o caso de entregar um dote com base no peso corporal da mulher.

Em países como A Índia, Paquistão, Sri Lanka, Bangladesh, Nepal e a tradição do dote foi proibida em meados do século XX. Apesar disso, continua sendo uma prática muito comum, prática que, além disso, ganhou muitas vidas de inocentes jovens.
Dote da morte
Na Índia, é assassinada uma mulher a cada 60 minutos, como resultado de problemas com o dote, o método utilizado pela maioria dos maridos é encerrar suas novas esposas na cozinha e meter fogo à casa, depois dizem que foi um acidente e enquanto têm oportunidade casou com outra mulher, cujo dote seja melhor que a de sua falecida esposa.

Os felizardos que conseguem sair com vida de muita ação no fogo sofrem terríveis sequelas físicas e psicológicas, daí a proliferação de diversos centros de ajuda e apoio para mulheres vítimas deste tipo de violência. Em tais recintos, essas mulheres são protegidas dos homens que tentaram assassinar, além disso, provavelmente a maioria não tenha outra opção à qual recorrer, já que também são menosprezadas e rejeitados pela própria família.
Suicídio: a única saída
A primeira causa de morte entre as mulheres Da Índia é o suicídio. Esta estatística não é levada em conta pelas autoridades em relação ao tema das habilidades. No entanto, surge como uma conseqüência direta da falta de protecção por parte das mesmas para com essas mulheres que cansadas do abuso e assédio por parte de seus maridos e suas famílias políticas, decide tirar sua própria vida.

Milhares de mulheres com idades compreendidas entre os 15 e 29 anos, suicidam-se, de fato, uma estatística mostrada através do Relatório Global Burden of Diseases, Injuries, and Risk, Brazil mostrou que mais de 70.000 mulheres, em média, cometem suicídio a cada ano.
A impunidade é um dos principais fatores que levam a essas mulheres até o ponto de não retorno, a Índia continua a ser um país onde a mulher é vista e utilizada como um objeto, onde é considerada inferior ao homem. A maioria das mulheres que acabam por se suicidar denunciaram seus agressores com as autoridades policiais, infelizmente, a falta de resposta por parte dos mesmos, as levou a tomar a única saída possível: a morte.
De acordo com algumas estatísticas, as denúncias à polícia por maus-tratos ronda os 92%. No entanto, apenas 32% recebem alguma resposta por parte das autoridades e, com sorte, 15% desses homens beneficiaram de uma sentença por seus atos.
O dote transformou-se em algo mais do que uma tradição cultural, na verdade, tornou-se algo material muito longe do espiritual, tornou-se a garantia de algumas famílias de crescer economicamente. Infelizmente esta prática que na teoria está proibida desde o ano de 1961, continua afianzándose em uma sociedade que se agarra a velhas tradições como desculpa para obter melhorias económicas. As conseqüências para as jovens mulheres são nefastas, a morte às mãos de seus maridos ou por conta própria são a única saída que encontram a tão terrível prática.
O que você acha desta prática?