Curiosidades

A simbologia da estátua satânica de Detroit

A polêmica de Baphomet
Uma colossal estátua de bronze em homenagem a Satanás foi re-erguida há poucos dias, em Detroit, centenas de adoradores do diabo assistiram a uma das maiores cerimônias satânicas públicas da história. Apesar de que os promotores desta figura garantem que não há nada que temer o respeito, muitos habitantes da cidade se mostram preocupados com o escuro simbolismo desta estátua.

Jex Blackmore, diretor do Templo Satânico de Detroit explica que Satanás é uma figura literária de caráter abstrato, que não há que temer:
“Uma figura literária, não uma divindade. Representa a racionalidade, para o ceticismo, para dizer a verdade ao poder, mesmo com um grande custo pessoal”
Simbologia de Baphomet
Vamos começar por seu nome, Baphomet é um nome que remonta à época da Inquisição e das torturas exercidas naqueles anos. Conforme explicam alguns cronistas franceses, muitos dos autores que causavam terror para os cidadãos idolatraban um ídolo pagão chamado Baphomet.
A figura, como tal, de 2,7 metros, é um hermafrodita alado com cabeça de cabra, grandes chifres e uma tocha no meio dos mesmos. Outra característica importante é o pentagrama, que tem na frente, os dois dedos da mão direita apontando para cima, os da mão esquerda apontando para baixo e os dois meninos que olham sorridentes a assustadora figura.
– Os dedos: os dedos da mão direita apontando para cima e os dedos da mão esquerda apontando para baixo expressam a perfeição da harmonia entre a misericórdia e a justiça.
– A tocha entre os chifres: esta tocha simboliza a busca de conhecimento.
– O pentagrama: este é um dos símbolos mais conhecidos associados a rituais satânicos, a forma invertida do mesmo representa o repensar as crenças, valores e património cultural.
– Duas crianças: de acordo com seus criadores, estes dois meninos são uma simples representação artística, eles esperam que os infantes que observem esta figura não se sintam ameaçados pela mesma. Dizem que todo aquele que observe a figura sem a bagagem cultural não deve sentir medo, o co-fundador do grupo, Lucien Greaves explica:
“Esperamos que as crianças o vejam como uma bela obra de arte, não há nada o que temer. Isso é o que simbolizam as crianças”
O que você acha sobre esta polémica estátua? Gostaria de conhecê-la?