Curiosidades

A fascinante mitologia Inuit que poucos conhecem

O incrível mundo dentro da mitologia Inuit
Os inuit são um povo originário da imensidão do Ártico canadense, pertencente a uma família muito maior que se estende desde o Mar de Bering, através do Alasca e norte do Canadá até a Groenlândia.
Trata-Se de um povo criativo, resilente e com um modo de vida particular, do que destacada uma cultura rica, onde a arte, o canto, a dança, os mitos e lendas desempenham um papel importante.
Sendo um repositório da cultura Inuit, a mitologia deste povo é transmitida pelos idosos através de gerações. A mitologia inuit tem experimentado um renascimento em popularidade, já que os grupos comunitários têm se dedicado a preservar os ensinamentos tradicionais, como uma forma de solidariedade cultural e política.
Os Inuit, em respeito os poderes do Bem e do Mal, as divindades, que viviam em um mundo espiritual intimamente entrelaçado com a bela paisagem do norte, onde eles faziam a vida.

A transmissão oral tem sido um dos métodos mais importantes na hora de preservar os costumes tradicionais da sociedade Inuit, mediante as quais se verbalizó um claro sentido do bem e do mal a partir das primeiras histórias dos deuses. Estes primeiros contos estavam intrinsecamente ligados ao xamanismo Inuit.
Um princípio fundamental da mitologia inuit é a crença em outros mundos sob o mar, na Terra e no céu, onde alguns angakkuqs (xamãs) dotados têm o poder de viajar no transes e sonhos, visitando lugares que os mortais comuns só passariam no Mais Além.

Os sonhos sempre têm desempenhado um papel importante na vida dos Inuit, talvez servindo de base para alguns mitos. Cada elemento dentro de sonhos, é interpretado com cuidado, em busca de significados que revelem algo importante para a pessoa que os tem. Diz-Se que os sonhos de ursos polares têm conotações sexuais e os de doninhas sugerem problemas, enquanto que os sonhos do pássaro avisam sobre a chegada de blizzards.
Entre os mitos inuit mais famosos está a lenda da deusa do mar, conhecida por vários nomes, como Sedna, Nuliayuk, Taluliyuk, Taleelayuk. No mito, resumindo, uma jovem é lançada ao mar, onde acaba por se tornar a guardiã de todos os mamíferos marinhos.

Outra muito importante é a lenda de Lumiuk (Lumak, Lumaag), a qual fala de um menino cego, vítima de abusos, que se refugia no mar, onde recupera a vista e termina o seu sofrimento.
A lenda de Kiviuk (Kiviok, Kiviuq), uma figura mitológica importante na mesma esfera que Sedna, explica a abundância de peixes e a ausência de árvores na tundra ártica, enquanto que a lenda de Tikta’Liktak conta a história da viagem de um jovem caçador para casa depois de se perder em um bloco de gelo.
Todas elas foram pensadas para dar algum sentido a um cenário hostil e frio, como é o que habitavam os Inuit, e para transmitir a idéia do Bem e do Mal.
O que te pareceu a mitologia Inuit?
Descubra:
– 7 dados dos inuit. O Descúbrelos!