Curiosidades

6 Sociedades mágicas que talvez desconocías

Além das religiões tradicionais que nos são familiares, no mundo, são realizadas práticas pouco conhecidas que integram o divino, o oculto e a magia. Em seguida, deshojamos o sigilo para concorrer a essas sociedades mágicas de que talvez não tinhas ouvido jamais.
6 Sociedades mágicas que talvez desconocías
1. Templo de Set
Por divergências entre a visão do Papa Negro da Igreja de Satã, Anton LaVey, e as posições teológicas de Michael Aquino, exmiembro desta seita, nasce o Templo de Set, uma sociedade mágica que data desde 1975.
Aquino tornou-se membro de a Igreja de Satã e sua primeira esposa, em 1968. Com os anos, construiu uma sólida reputação dentro da pequena colônia de futuro e foi nomeado padre, ao voltar do Vietnã, onde prestou seus serviços como tenente e especialista em guerra psicológica, em 1970.
Mas na véspera do solstício de verão em 75, quando a discórdia teológica separou de LaVey, de forma definitiva, esvaziou-se de sua condição sacerdotal e decidiu chamar a Satanás, para que guiasse sua nova missão terrena. Aparentemente o Príncipe das Trevas se revelou com a imagem de Conjunto, um antigo deus da mitologia egípcia, que pediu para restaurar o Templo, para promulgar a elevação da consciência, seguindo novos preceitos.
O Templo de Set usa a magia negra para cumprir os objetivos autodeterminados, enfatizando que as artes das trevas são de alta periculosidade e que devem ser praticadas por pessoas estáveis, maduras e emocionalmente fortes. Apesar dos riscos, este tipo de rituais não são ensinados pelos líderes, mas são produto da experiência evolutiva e intuitiva de cada indivíduo. Esta é a forma setiana de experimentar ser de deus, em vez de orar às imagens dos deuses.
2. Ordo Aurum Solis
A Ordo Aurum Solis, formada em 1897, é regida pelo deus egípcio Thoth, deus da sabedoria e inventor da escrita, figura divina que personifica o caráter douto desta sociedade mágica.
A teurgia, a filosofia e a ele são três de seus princípios fundamentais: com a teurgia, prática mágica para invocar anjos e deuses, perseguem a purificação, libertação e salvação da alma. Com a filosofia, pretendem estudar a tradição ocidental, o inconsciente, o sonho, línguas sagradas, alquimia, astrologia, entre outros ramos do saber, para aprender, divulgar e entender os mistérios do mundo. Do ele que resgatam a máxima “estar aqui e agora”, que se traduz em viver o dia-a-dia sem perder a estabilidade.
Aqueles que dominam a teurgia alcançam uma posição privilegiada dentro da Ordem, pois através do ritual Desmos Kai Eklusis tornam-se o meio que liga o mundo espiritual com o material, recebendo ordens e conhecimentos diretamente dos deuses, que devem ser transmitidos ao resto dos membros.
3. Servidores da Luz
Os Servidores da Luz, como poucas sociedades mágicas, não têm receio ou diferencio algum na hora de compartilhar seus conhecimentos esotéricos.
Essa Ordem, fundada em 1965, o ocultista britânico W. E. Butler, opera mais como uma escola de magia -orientada para a cabala hermética – que, como um círculo de caráter doutrinal. Não há restrições religiosas, de idade ou gênero para fazer parte dos Servidores da Luz, pois o fim comum é levar ao maior número de pessoas possível a sua mística de equilíbrio espiritual e fraternidade, impulsionado pela Alexandrae Fraternitatis, um grupo de professores que afirmam possuir um nível superior de consciência. Mesmo se tomado a tarefa de ministrar os seus conhecimentos através de correspondência, você apuntarías?
4. Construtores do Adytum
A alquimia, a cabala, a astrologia e o tarô esotérico, os Construtores do Adytum revelam material para elevar-se espiritualmente.
BOTA, como é chamado comumente a este grupo mágico, está relacionado com os conhecimentos descritos por Deus na natureza, referidos como a Sabedoria Eterna. Com suas práticas espíritas procuram alcançar níveis mais altos de consciência para conectar-se com os pensamentos do todo-Poderoso, ligação que não se manifesta sem antes ter o domínio intrínseco do ser humano para evoluir em compaixão e justiça. Os adeptos têm a crença de que, de seguir estes caminhos, na outra vida regressarão com maiores poderes mágicos e segredos do mundo terreno e o espiritual.
5. Ordo Templi Orientis
Ordo Templi Orientis é uma de tantas sociedades mágicas orientada pela filosofia religiosa de Aleister Crowley, Thelema, fixada pelo lema “faça a sua vontade: será toda a lei.”
OTO, fundada por Theodor Russ, é um dos grupos mágicos dominantes do mundo. É dividido em três faixas evolutivas, sendo Homem da Terra o primeiro degrau, até atingir o grau de Amante, seguido pelo nível final chamado Eremita. Quem atinge este último, está imerso em rituais complexos, como os eleusinos, de magia sexual e os que exigem sacrifícios.
6. Ordre Reaux Croix
A Ordem Martinista, Ordre Reaux Croix, é uma das sociedades mágicas mais antigas, que continuam em vigor.
Em princípio, seus simpatizantes se orientam pela elevação do espírito, da superação humana e da recuperação da liberdade do indivíduo procurador do materialismo.
A ORC identifica três caminhos para alcançar a iluminação espiritual: com a Voie Cardiaque (caminho do coração), que consiste em praticar a meditação e o estudo de simbologias. O segundo caminho é o dos Cavaleiros Bienfaisantes da Cite Sainte, com foco em encontrar a iluminação levando a cabo acções desinteresadas. O último estádio é o Elus Coen, a fase onde se praticam rituais de magia e feitiços para invocar seres astrais e demoníacos para receber aprendizagem.
Você faria um membro de alguma das sociedades mágicas que nomeamos? Eu vi algumas delas? Queremos saber sua opinião!
Não fique sem ler outro de nossos artigos: Ainda mais religiões super estranhas do mundo.