Curiosidades

5 fantásticas teorias sobre Harry Potter

Em Sintonize Ciência você já falamos de Harry Potter, apresentando-10 dados que vi sobre sua saga cinematográfica e literária. No entanto, desta vez, queremos contar algo que tem mais a ver com os fãs deste fenômeno da ficção do que com a sua autora. Muitos destes potterheads têm estudado e apresentado teorias que seria espantado ao mais experiente. Atreve-se a descobertas? Antes de continuar lendo: o ALERTA DE SPOILER!
5 fantásticas teorias sobre Harry Potter
1. A inabilidade com a magia de Neville tinha explicação
Os professores de Hogwarts, não davam crédito, como era possível que Neville Longbottom, filho de um casal de magos formidáveis, fora tão terrível com a magia?
Não há dúvida de que, pouco a pouco, o patoso de Neville foi aprendendo e controlando cada vez mais de sua magia. Como uma questão de maturidade? Certeza de que teve algo a ver, mas não é só isso. Um setor de fãs garantem que, em certo momento, houve uma mudança fundamental na Neville e este, como suspeitas, foi sua varinha.
Se você leu os livros ou viu o filme, você terá em mente a importância de possuir a varinha adequada. É verdade que um mago pode usar a varinha de outro e conseguir controlá-la, mas nunca chegará a dominar a 100%, a tirar dela o máximo proveito. Cada mago tem atribuído uma única varinha para ele e essa será capaz de mostrar todo o potencial de seu dono.
Começa aqui a teoria: Neville decidiu usar a varinha de seu pai, Frank Longbottom, um Auror muito poderoso, agora internado no hospital de St. Mungo. Ao não tratar-se de sua varinha, os primeiros anos de Neville, Harry não foram muito brilhantes, especialmente o controle de sua magia se refere. Quando isso mudou? De acordo com a teoria desses fãs, durante a batalha que teve lugar no Departamento de Mistérios. Ao que parece, durante esse confronto, o desastre Antonin Dolohov destruiu a varinha de Neville, coisa que o levou a seguir o processo normal de seleção de varinha, tal como deveria ter feito anos atrás.
O resultado da mudança? Um Ano mais poderoso, capaz de liderar o Exército de Dumbledore, relevando Harry e de enfrentar os piores comensais da morte na Batalha de Hogwarts.
O que você acha? Como você apoia esta teoria?
2. Sirius Black e Harry estavam relacionados
Evidentemente, Harry nunca lhe deu atenção, mas vem de uma família de bruxos muito antiga: os Potter. A família Potter, aparentemente, conta com uma genética de sangue mágica pura conservada durante gerações. Por mais que a mãe de Harry fora filha de trouxas, essa “nobreza mágica” corre pelas veias do Menino que Sobreviveu.
O que têm os fãs que dizer sobre isso? Se se fala de “puro-sangue” mágica, sem dúvida, a primeira coisa que te vem a cabeça é a família Black. Obcecados com manter esta genética inalterável, que remonta à Idade Média e que fica mais que patente no seu lema: “Tojours Pur”, isto é, “Sempre Puros”. Esta fixação lhes levou até mesmo a cortar laços e queimar os nomes na parede genealógica Black aqueles parentes que apresentavam alguma “impureza”. Um desses nomes é o de Dorea Black casada com Charlus Potter. Quem são esse casal? Nem mais nem menos do que os avós de Harry Potter, mas também especula-se que sejam seus bisavós (por questões de idade). Esta teoria faz com que Harry esteja relacionado com Sirius Black, que seria seu primo de segundo grau. O que você acha dessa teoria?
3. Os Dursley tinham um bom motivo para odiar Harry: o Horrorcrux
Não o negues, a ti também te revolvieron as tripas ver como o tio Vernon e tia Petúnia tratavam de Harry potter e a chutes a partir do momento em que o encontraram diante de sua porta. Embora são muito miseráveis, custa crer que se pode sentir tanto ódio de uma criatura tão pequena e indefesa como era Harry então. Qualquer um com um pouco de coração tivesse acolhido, independentemente da má relação que possa ter com seus pais.
Os fãs não tardaram em buscar uma explicação para tão terrível atitude, qual? O horrorcruz que Harry tem nele. Pensa na força do Horrorcrux, sua influência negativa… Agora pensa em passar uma década junto a um. Onde estão as tuas boas intenções? As consome o Horrorcrux. Você tem sentido para você?
4. O Ron Weasley ou mais bem… Dumbledore?
Aqui vai uma das teorias mais marcantes: harry Potter é Harry que viajou no tempo.
Por que Dumbledore é tão sábio? Porque tem vivido 2 vidas: a de Ron e a sua. Há que recuar até 2004, para achar a origem desta teoria, conhecida como a “Knight2King theory”. Nela os autores remarcaban a idéia de harry e Dumbledore como duas faces de uma mesma moeda, com base no cenário do xadrez em “Harry Potter e a pedra filosofal”. Se você se lembrar bem, nesta passagem, Ron faz o papel de “Cavalo” e de “Rei”, o seu papel e o de Dumbledore unidos em uma mesma pessoa, a partir de símbolos.
Além deste ponto, a teoria tenta apoiar-se na semelhança física entre ambos: narinas finas, um amor excessivo por doces e seu cabelo ruivo.
O Dumbledore/Rum ou personagens diferentes?
5. Harry é imortal
Vamos lá! Trata-Se de uma teoria complicada, mas não vamos amedrentarnos. O passo a passo!
Você se lembra certa passagem da profecia da professora Trelawney?
“E um dos dois deverá morrer às mãos do outro, pois nenhum poderá viver enquanto perdurar o outro, com a vida…”
Logicamente, a interpretação seria a de que Harry deve acabar com Voldemort, ou ser morto por este. Você acha que os fãs estudiosos ficam com essa leitura? Nem por traço.
O usuário do Imgur HPWombat interpretou o seguinte: Se Harry e Voldemort devem morrer às mãos do outro, quando um deles morre, o que há do outro? O que resta não pode morrer, já que a sua parca foi aniquilada. Portanto, Harry Potter é imortal. Esta imortalidade pode ser tomado também como uma maldição, já que Harry jamais poderá voltar a ver a sua família, nem assim se você quiser em um hipotético descanso eterno. Curioso, não é verdade?
O que te pareceu essas teorias? Você já se surpreendeu especialmente?